06mai 2014

Projeto 6 on 6

Postado por às em Fotografia

Sempre achei muito legal os projetos das blogueiras 4 on 4, 6 on 6, 8 on 8… e por vai! :) E cada vez que visualizava uma postagem dessas ficava morrendo de inveja, risos, afinal, amo fotografia, vivo de fotografia e gostaria de participar também! Foi aí em um dos mimimis da vida, que a Lud me convidou para participar do projeto 6 on 6! Então essa será a minha primeira postagem!

O tema é livre, então, decidi escrever/fotografar sobre/as almofadinhas de crochê aqui de casa. Compramos um sofá novo há um pouco mais de um ano, doamos o antigo mas ficamos com as almofadinhas. Como elas não combinavam com o novo sofá, minha mãe decidiu deixa-las mais bonitas, colocando uma novo forro e uma nova capa.

Projeto 6 on 6 almofadas de crochê (1)

Projeto 6 on 6 almofadas de crochê (2)

Projeto 6 on 6 almofadas de crochê (3)

Projeto 6 on 6 almofadas de crochê (4)

Projeto 6 on 6 almofadas de crochê (5)

Projeto 6 on 6 almofadas de crochê (8)

E aí o que acharam? Depois de meses fazendo e elaborando, pensando, projetando, elas ficaram prontas em abril!

Temos outras almofadas de crochê por aqui. Essas são pequenas, mas a maioria que temos são gigantes, espalhadas por toda a casa. :)

Obrigada, Lud por ter me convidado a fazer parte do grupo! Adorei! :)

21abr 2014

Documentários: Chimpanzé e

Postado por às em Filmes

Você gosta de documentário? Particularmente eu não tenho nada contra, mas não tenho o costume de assistir. Mas gostaria de comentar dois documentários que assisti recentemente, são eles: Chimpanzé e Blackfish.

chimpanzeO documentário Chimpanzé é bastante comovente, o pequeno Oscar fica órfão e é incrível o que acontece depois desse episódio. O Documentário é de 2012 e acho que é fácil encontrar na internet, ele é curtinho e eu assisti no telecine premium. Você vai se encantar com o Oscar. Eu gostei e recomendo. A nota dele no IMDB é 7.1.

Blackfish é comovente, assustador e chocante! Nunca tinha parado para pensar sobre as baleias assassinas. O documentário conta a história de Tilikum como ele matou 3 pessoas e mesmo com tanto perigo no cativeiro e a maneira como as baleias assassinas são capturadas e separadas de sua família, os espetaculares shows continuam.

blackfishNo youtube tem na íntegra um dos ataques fatais que comentam… Eu assisti, é agoniante e fico imaginando o que passou na mente de quem estava presente, até que parte para elas era show e que parte começava o terror.

Fiquei muito chocada também com a reação das baleias ao serem separadas das mães e também das mentiras contadas aos treinadores e espectadores dos shows. Sem dúvida é algo para se pensar e refletir como algo tão lindo pode ser cruelmente mantido em cativeiro. Esse documentário está disponível no Netflix. :) A nota dele no IMDB é 8.1.

Recomendo ambos! :)

20mar 2014

Pipoca na panela de pressão

Postado por às em Culinária

Muitos ficaram espantados com meu post passado, quando comentei que faço pipoca na panela de pressão. :)

Me perguntaram se é seguro. É sim! Além de seguro é muito prático e rápido.

Para fazer a pipoca na panela de pressão é muito simples. Primeiro eu coloco um pouco de óleo de canola no fundo da penela (não é necessário preencher o fundo). Depois é só completar o fundo com uma camadinha de milho pipoca, sal pode ser a gosto (eu coloco uma colher de chá – rasa – ). Depois, é só colocar a tampa, como se fosse fazer feijão e ligar em fogo alto. :)

Quando começa a estourar eu dou uma sacudida na panela, apenas para misturar melhor o sal e deixo lá. O tempo é mais ou menos o mesmo que leva para fazer pipoca de micro-ondas, quando os estouros já estiverem parando (ou demorar mais que 2 segundos de um estouro para o outro) é só desligar. Você pode esperar um pouco para abrir a tampa ou você pode fazer como eu, erguer com uma faca aquela “tampinha” que fica no meio da tampa para sair o vapor, saindo o vapor, é só abrir e se deliciar. :)

Eu adoro pipoca de micro-ondas, principalmente as nada cheirosas de manteiga hehe, e com a panela de pressão, não dá cheiro e você não corre o risco de se queimar, talvez substituir o óleo de canola por manteiga seja um resultado bem interessante. :)

pipoca

 

É realmente fácil e prático! Se você fizer, conta aí como foi essa experiência. :)

Theme developed by Difluir - http://themes.difluir.com